Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Turquia: Erdogan diz que ofensiva contra rebeldes curdos vai "continuar até ao fim"

Turquia: Erdogan diz que ofensiva contra rebeldes curdos vai "continuar até ao fim"
Tamanho do texto Aa Aa

O Exército turco continua a focar a ofensiva contra os rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão nas cidades de Cizre e Silopi, junto à fronteira com o Iraque e a Síria.

O Partido Democrático do Povo, pró-curdo, denuncia a violência e diz que, na ofensiva que dura há uma semana, foram mortos pelo menos 24 civis. Os meios de comunicação oficiais apenas relatam a morte de 168 militantes curdos no sudeste da Turquia.

No Parlamento, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan respondia desta forma acerca da eventual duração da ofensiva:

“A luta contra a organização terrorista separatista vai continuar até ao fim, sem hesitação.”

Na principal cidade da região de maioria curda, Diyarbakir, palco de protestos contra o recolher obrigatório imposto por Ancara, uma bomba detonada à distância por rebeldes do PKK resultou na morte de um soldado e em sete feridos, seis militares e um civil. Milhares de residentes abandonaram, nos últimos dias, o bairro de Sur, onde se registou o incidente.