Bowie: De genial a extraterrestre, as homenagens veem de todos os quadrantes

Bowie: De genial a extraterrestre, as homenagens veem de todos os quadrantes
De  Dulce Dias com TWITTER, EXPRESS.CO.UK, ECONóMICO
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Homenagens que vão das flores às velas, passando, obviamente, pelas redes sociais

PUBLICIDADE

De Londres a Moscovo, passando por Hollywood, os amadores de música estão de luto e as homenagens a David Bowie surgem de todos os quadrantes e mostram-se em todos os suportes, desde as flores às velas, passando, obviamente, pelas redes sociais.

No Twitter, outros grandes nomes da música, como os Rolling Stones dizem-se “chocados com a morte de David Bowie, um homem delicado e maravilhoso, um artista extraordinário e um verdadeiro original.”

The Rolling Stones are shocked and deeply saddened to hear of the death of our dear friend David Bowie… 1/2

— The Rolling Stones (@RollingStones) January 11, 2016

As well as being a wonderful and kind man, he was an extraordinary artist, and a true original. 2/2 #DavidBowie

— The Rolling Stones (@RollingStones) 11 Janvier 2016

Paul McCartney, no seu blog, postou uma mensagem de pêsames e uma foto com David Bowie, tirada por Linda McCartney, em 1985.

Paul on DavidBowieReal</a> <a href="https://t.co/KVxmjBdYT1">https://t.co/KVxmjBdYT1</a> <a href="https://t.co/aNJi3BjAuv">pic.twitter.com/aNJi3BjAuv</a></p>&mdash; Paul McCartney (PaulMcCartney) 11 Janvier 2016

Madona, por seu lado, refere que o “primeiro concerto que viu na vida foi de David Bowie”, em Detroit. O artista mudou-lhe a vida.

Im Devastated! This great Artist changed my life! First concert i ever saw in Detroit! R.IP. ❤️ #rebelheartpic.twitter.com/hGfxI967Bw

— Madonna (@Madonna) January 11, 2016

Quem também se diz influenciado por David Bowie é Kanye West. O rapper norte-americano fala de um homem “criativo e sem medos”.

David Bowie was one of my most important inspirations, so fearless, so creative, he gave us magic for a lifetime.

— KANYE WEST (@kanyewest) January 11, 2016

No mundo da política, o primeiro-ministro britânico, David Cameron foi um dos primeiros a reagir nas redes sociais.

I grew up listening to and watching the pop genius David Bowie. He was a master of re-invention, who kept getting it right. A huge loss.

— David Cameron (@David_Cameron) January 11, 2016

Posteriormente, Cameron falou, aos media, de David Bowie e da influência do cantor na sua vida:

“Genial é uma palavra demasiado usada. Mas diria que musicalmente, do ponto de vista da criação, David Bowie foi um génio para as pessoas da minha geração, a quem ele forneceu as bandas sonoras das nossas vidas, desde a primeira vez que ouvi ‘“Space Oddity”:https://www.youtube.com/watch?v=cYMCLz5PQVw&feature=youtu.be’ até ver os nossos atletas nos magníficos jogos olímpicos ao som de ‘Heroes’.

‘Heroes’, uma canção escrita quando Bowie viveu na então Berlim Leste e que levou a Alemanha agradecer-lhe ter feito cair o Muro.

Good-bye, David Bowie. You are now among #Heroes. Thank you for helping to bring down the #wall.
https://t.co/soaOUWiyVl#RIPDavidBowie

— GermanForeignOffice (@GermanyDiplo) 11 Janvier 2016

Mais a leste, nas ruas de Moscovo, um fã fala-nos de uma “personalidade absolutamente fantástica, capaz de se reinventar constantemente. Uma pessoa vinda de outra galáxia. Não deve ter sido por acaso que fez a canção ‘“Starman”:https://youtu.be/cXt-e4sjB_4’ – devia estar a pensar em si próprio.”

Também deve ter sido a pensar em si próprio e na doença que o consumia, que escreveu Lazarus, um clip-testamento do seu último álbum, Blackstar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

David Bowie: a herança artística do homem que passou a vida a reinventar-se

Como David Bowie mudou a música

David Bowie morre aos 69 anos