A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Acordo nuclear histórico entra em vigor com fim de sanções ao Irão

Acordo nuclear histórico entra em vigor com fim de sanções ao Irão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O acordo nuclear histórico entre o Irão e as grandes potências entrou este sábado em vigor. O início da “fase de implementação” traduz-se no levantamento das sanções da União Europeia e dos Estados Unidos, anunciado pela chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, e pelo homólogo iraniano, Mohammad Javad Zarif, numa declaração comum em Viena.

“Este sucesso demonstra claramente que, com vontade política, perseverança e diplomacia multilateral, podemos resolver os assuntos mais difíceis e encontrar soluções práticas que são efetivamente implementadas.”

“Todas as partes continuam firmemente convencidas de que este acordo histórico é tanto forte como justo e responde a todos os requisitos. A sua adequada implementação constituirá uma contribuição chave para melhorar a paz, estabilidade e segurança regional e internacional.”

Seis meses depois da conclusão do acordo na capital austríaca, a Agência Internacional de Energia Atómica certificou que Teerão está a respeitar as obrigações. Mas o chefe da diplomacia norte-americana, John Kerry, frisou que os Estados Unidos vão estar atentos ao futuro:

“Felicitamos o facto de que o Irão deu seguimento às promessas que fez. Manteve a sua palavra e nós continuaremos a fazer o mesmo. Mas também nos manteremos vigilantes na verificação do cumprimento do Irão, em cada hora de cada dia, nos próximos anos.”

Estados Unidos, União Europeia e ONU precisaram que o levantamento das “sanções económicas e financeiras multilaterais e nacionais” tem um efeito imediato.