A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Prisioneiros iranianos a caminho dos EUA

Prisioneiros iranianos a caminho dos EUA
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades norte-americanas confirmaram a libertação de cinco prisioneiros detidos pelo governo iraniano.

Destes, três optaram por sairem do país num voo das linhas aéreas da Suíça com destino a Genebra. Uma vez em Genebra os ex-detidos serão transportados para uma base militar norte-americana situada na Alemanha.

Um dos prisioneiros seria Jason Rezaian, o chefe da delegação iraniana do jornal Washington Post, detido no país desde 22 de julho de 2014.

Amir Hekmati é um antigo fuzileiro originário de Flint no estado norte-americano do Michigan. Hekmati havia sido acusado de espionagem e condenado à morte por um tribunal iraniano.

O terceiro prisioneiro seria Saeed Abedini, um religioso originário do estado de Idaho.

Os Estados Unidos anunciaram ainda a libertação de sete iranianos detidos em prisões norte-americanas.

A maioria dos detidos cumpria penas relacionadas com violações das sanções em vigor contra o Irão.