This content is not available in your region

Judo: Brasil domina 1.º dia em Havana

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com IJF, lusa
euronews_icons_loading
Judo: Brasil domina 1.º dia em Havana

Arranque do Circuito Mundial de Judo, este fim de semana, em Cuba,. No primeiro dia do Grande Prémio de Havana, destaque para o judo brasileiro, que conquistou duas medalhas de ouro e uma de bronze, enquanto a portuguesa Joana Ramos ficou à beira do pódio na categoria de -52 kg.

Segundo o enviado da euronews, Pedro Lasuen, o Grande Prémio de Havana, que antecede o Grand Slam de Paris, “é paragem obrigatória para todos os atletas que ainda não se qualificaram para os Jogos Olímpicos”, no Rio de Janeiro. “É também o momento para ver quem treinou bem e quem não fez os trabalhos de casa, quem descansou demais ou não, quem começa a temporada em boa forma e quem ainda não recuperou da pausa natalícia”.

Com Jogos Olímpicos agendados para o Rio de Janeiro, em agosto, o judo brasileiro mostrou que está pronto a lutar por títulos e Eric Takabatake conquistou o ouro para os canarinhos na categoria de -60 kg, vencendo na final o turco Bekir Ozlu.

A segunda medalha de ouro brasileira foi conquistada pela atual campeã olímpica, Sarah Menezes, que venceu por ‘ippon’ a israelita Shira Rishony na categoria de -48 kg. Surpresa foi a eliminação nesta categoria da atual campeã do mundo, a argentina Paula Pareto, travada pela cubana Dayaris Mestre Alvarez. Pareto acabou por conquistar uma medalha de bronze.

Na categoria de menos de -52 kg, ouro para a alemã Mareen Kraeh, que derrotou por ‘ippon’ a veterana belga, Ilse Heylen. A portuguesa Joana Ramos, 12.ª classificada do ‘ranking’ mundial perdeu com a mongol Tsolmon Adiyasambuu o combate para uma das medalhas de bronze.

A norte-americana Marti Malloy conquistou o ouro na categoria de -57kg, derrotando na final a húngara Hedvig Karakas num combate em que ninguém marcou pontos no tempo regulamentar, acabando por ser um ‘shido’ a dar a vitória à norte-americana. A brasileira Rafaela Silva ficou com uma das medalhas de bronze depois de derrotar por ‘waza-ari’ a canadiana Catherine Beauchemin-Pinard.

No quadro masculino, na categoria de -66 kg, triunfo com um ‘yuko’ do russo Kamal Khan-Magomedov no final de um combate muito disputado com o francês Loic Korval.

O Grande Prémio de Havana termina este domingo (24/01).