Judo: Rússia, Cuba e Israel com os primeiros lugares em Havana

Judo: Rússia, Cuba e Israel com os primeiros lugares em Havana
De  Nelson Pereira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na terceira jornada do Grande Prémio de Judo de Havana, a equipa cubana saíu da sombra, conseguindo duas medalhas de ouro que colocaram Cuba na

PUBLICIDADE

Na terceira jornada do Grande Prémio de Judo de Havana, a equipa cubana saíu da sombra, conseguindo duas medalhas de ouro que colocaram Cuba na segunda posição por países.

Russia wins the medal table, Cuba, Israel and Brazil take two gold medals. https://t.co/xZhNNKcEIW#Judohavana2016pic.twitter.com/O2eCDTvZBG

— JudoInside.com (@JudoInside) 25 Janvier 2016

Disputados os últimos combates na capital cubana, Rússia, Cuba e Israel arrebataram as primeiras posições por países. A Rússia ocupou a liderança com três medalhas de ouro e uma de bronze, seguida de Cuba (2-1-2), Israel (2-1-0), Brasil (2-0-2), Húngria (1-4-2), Alemanha (1-2-2), Estados Unidos (1-1-1), Azerbaijão (1-0-2) e Ucrânia (1-0-1).

González e Ortiz

O judoca Asley González conseguiu, nos menos de 90 quilos masculinos, o primeiro ouro para a equipa cubana. González recebeu a medalha das mãos de um membro da dinastia Castro – o filho de Fidel, Toni.
O caminho para o ouro passou por um combate difícil contra o húngaro Krisztian Thoth, que acabou por perder penalizado com um shido.
Vice-campeão de Londres 2012 e líder universal em 2013, González conta 94 triunfos e 25 derrotas desde 2007.

Asley Gonzalez books first victory since 2013 World title https://t.co/Iv8ZwEAlXy Gold medal after after 5 silvers. pic.twitter.com/oIXN9sFXrF

— JudoInside.com (@JudoInside) 25 Janvier 2016

Cuba conquistou o segundo ouro na final dos mais de 78 quilos, categoria feminina. A campeã olímpica e mundial Idalys Ortiz fez ippon face à francesa Lucie Louettte Kanning, a 2’53 do termo do combate. Com 26 anos de idade, Ortiz conta um histórico de 150 vitórias e 59 derrotas, desde 2006.

Idalys Ortiz pleases home crowd with second gold #JudoHavana2016https://t.co/C57HB5JrKT Nice haircut BTW. #imagepic.twitter.com/ZLG7tTq76L

— JudoInside.com (@JudoInside) 25 Janvier 2016

Na final dos menos de 78 quilos mulheres, um combate emocionante com um desfecho surpreendente – a derrota da atual campeã olímpica Kayla Harrison. A norte-americana não conseguiu escapar à armadilha que lhe estendeu a húngara Abigel Joo, com um ippon a 20 segundos do fim.

Na final masculina dos menos de 100, o ucraniano Artem Bloshenko, favorito na categoria, enfrentou o alemão Karl-Richard Frey.
O número um mundial e vencedor do World Judo Masters em 2015, derrotou Frey, conseguindo um ko-soto-gari que derrubou o alemão e lhe valeu o ippon, a 2’34 do fim.

Na ausência do francês Teddy Riner, inquestionável número um mundial na categoria dos mais de 100, o último combate da jornada, foi disputado pelo veterano e vencedor do Grand Slam de Baku 2015, o húngaro Barna Bor, e o russo Renat Saidov. O húngaro foi derrotado por um desempenho impressionante de Saidov, que aplicou um uchi-mata perfeito e rápido.

Surpresa do dia

A surpresa do dia foi dupla: com as eliminações por ippon de dois favoritos – a inglesa Gibbons nos menos 78 e o azéri Gasimov nos menos 100.

Imagem do dia

Entre as imagens marcantes deste segundo dia de competição, admiremos o gesto da norte-americana e campeã olímpica Harrison, que depois de conquistar a medalha de bronze contra Yalennis Castillo, entregou o cheque à cubana, explicando que queria ajudar uma mãe de família que ganha 25 dólares por mês.

Yahima eliminada por Kayla Harrison

Portugal finalizou a sua participação no Grande Prémio de Havana 2016 com a prestação da judoca portuguesa de ascendência cubana Yahima Ramirez, 26.ª na hierarquia mundial.

Yahima Ramirez (-78kg), judoca olímpica nos Jogos de Londres 2012 que ainda luta por uma vaga para os Jogos do Rio de Janeiro, começou por eliminar por ippon a cubana Kaliema Antomarchi (50.ª), campeã do Mundo em 2013 no Rio de Janeiro e 3º lugar no Pan American Seniors Championships 2015.

No combate seguinte Yahima Ramirez não conseguiu superar a norte-americana Kayla Harrison, medalha de ouro nos Jogo Olímpicos de Londres, o 1º lugar no Masters de Marrocos 2015 e no Grand Slam de ToKyo 2015.

A Seleção Portuguesa de Judo marcou presença neste evento com os atletas: Nuno Carvalho (-60kg), André Alves (-73kg), Carlos Luz (-81kg), Diogo Lima (-81kg), Joana Ramos (-52kg), Ana Cachola (-63kg), Yahima Ramirez (-78kg), queforam acompanhados pelo treinador João Neto.

Joana Ramos (-52kg), conseguiu a melhor prestação, terminando a competição em 5º lugar, enquanto Nuno Carvalho, Diogo Lima e Yahima Rodriguez se classificaram na 9ª posição.

O Grande Prémio de Judo de Havana antecede o Grand Slam de Paris e contou com a participação de 428 desportistas de 69 países.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jorge Fonseca e Teddy Riner conseguem ouro no Grand Slam de Antália

Turquia: Dia 2 do Grand Slam de Judo em Antalya

Japão domina o primeiro dia de finais do Judo Grand Slam de Antalya