Última hora
This content is not available in your region

Rússia recusa receber de volta refugiados da Noruega

Rússia recusa receber de volta refugiados da Noruega
Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia não aceita receber de volta os mais de 5400 migrantes que atravessaram a fronteira com a Noruega e que Oslo pretende deportar. Nem mesmo os que têm visto válido.

A confirmação foi dada pelo ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, que justificou a recusa com o facto de os migrantes terem mentido quando pediram os vistos.

“A discussão é sobre pessoas que chegaram à Rússia para trabalhar ou visitar familiares. Não declararam a verdadeira natureza da entrada, a caminho da Noruega. Significa que deram falsos dados para visitar a Federação Rússia”, declarou.

O governo norueguês, conservador, endureceu as regras de asilo e pretende devolver os migrantes que atravessaram a fronteira do Ártico com a Rússia.

Oslo afirma que a Rússia é um país seguro.

Entretanto, os migrantes aguardam para saber qual vai ser o destino, já que ninguém os quer.

Abdul Rahim, é afegão. “Difícil. A espera é muito difícil. Se esperamos e sabemos o que nos vais acontecer, tudo bem. Mas quando desconhecemos o que se vai passar, então aí é muito difícil”, explica.

Os noruegueses apenas conseguiram reenviar de volta 13 migrantes por autocarro.

No total, cerca de 31 mil migrantes chegaram à Noruega no ano passado, através de todas as fronteiras.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.