Última hora

Renault abre primeira fábrica na China

Renault abre primeira fábrica na China
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O construtor automóvel francês Renault abriu a primeira fábrica na China. As instalações foram construídas em parceria com o grupo chinês Dongfeng.

A fábrica, instalada em Wuhan, no centro do país, terá uma capacidade anual de 150 mil veículos e vai produzir, para já, o modelo Kadjar.

A China é o maior mercado mundial de automóveis. Em 2015 as vendas subiram quase 5%, para o valor recorde de 24,5 milhões de unidades. Mas as vendas têm vindo a abrandar, devido à desaceleração económica do país.

Mesmo assim, o presidente da Renault, o brasileiro Carlos Ghosn, mantém-se otimista. Considera que é um primeiro passo para desenvolver a parceria sino-francesa e anunciou o desenvolvimento de um modelo elétrico de baixo custo para o mercado chinês.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.