Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

FMI pede investimento e coordenação aos países do G20

FMI pede investimento e coordenação aos países do G20
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Fundo Monetário Internacional (FMI) defende um plano coordenado de estímulos dos países do G20 para evitar que o crescimento económico descarrile.

Num relatório publicado antes da reunião do G20, a instituição liderada por Christine Lagarde alerta para a grande vulnerabilidade da economia mundial.

O FMI pede aos países, aos que podem, que usem a margem orçamental para fomentar o investimento público e a procura interna. Um apelo que visa, sobretudo, os Estados Unidos e a Alemanha.

Os ministros das Finanças e os governadores dos Bancos Centrais dos países do G20 reúnem-se esta sexta-feira e sábado em Xangai, na China.

A situação económica mundial é delicada. Os países emergentes estão em dificuldades, a economia chinesa desacelerou e os preços das matérias-primas estão a penalizar os países produtores. Deverá ser evocada também a política monetária.

O FMI defende que as grandes economias deixem de se apoiar na política monetária para impulsionar a economia.

O organismo, sediado em Washington, evoca ainda a hipótese de baixar as previsões económicas em abril. Em janeiro, já tinha reduzido as estimativas de crescimento para 2016 de 3,6 para 3,4%.