EUA: "Super Sábado" com vitórias partilhadas entre Cruz, Trump, Sanders e Clinton

EUA: "Super Sábado" com vitórias partilhadas entre Cruz, Trump, Sanders e Clinton
De  Rodrigo Barbosa com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Primárias do "Super Sábado" nos Estados Unidos permitem importantes vitórias a Cruz e Sanders, mas sem inverter favoritismo de Trump e Clinton.

PUBLICIDADE

Talvez não “Super”, mas pelo menos um bom sábado para Ted Cruz: o senador do Texas conseguiu duas importantes vitórias nos “caucus” republicanos no Maine e no Kansas; este último foi uma surpresa, já que o rival Donald Trump era dado como favorito.

Tal como tinha feito na passada “Super Terça-Feira”, Cruz voltou a assumir-se como o último reduto face ao polémico multimilionário:

“Os republicanos estão a unir-se para apoiar a minha campanha. Sessenta e cinco por cento dos republicanos reconhecem que Trump não é o melhor candidato para enfrentar Hillary Clinton. Se ele perder, perderemos o Supremo Tribunal durante uma geração, a Declaração dos Direitos e o Senado. Estamos a ver os republicanos a unirem-se à volta da minha campanha.”

Trump continua no entanto a liderar a corrida para a nomeação republicana e conquistou também dois Estados, o Kentucky e, em especial, o Louisiana, a mais importante vitória da noite, devido ao grande número de delegados arrecadados com vista à investidura do partido.

No campo democrata, havia neste “Super Sábado” três Estados em jogo. Bernie Sanders venceu as primárias no Kansas e no Nebraska, duas importantes vitórias que lhe permitem manter a corrida à nomeação em aberto:

“A população deste país está cansada das políticas e da economia da ordem estabelecida. Querem uma mudança real. E acredito fortemente, não apenas quando vejo multidões como as que se reuniram [à minha volta] esta noite, mas quando vejo votos como os que estamos a receber, que há um impulso e que existe um caminho em direção à vitória.”

Hillary Clinton venceu, no entanto, no Estado com maior número de delegados democratas em jogo este sábado, o Louisiana. Com as sete vitórias conquistadas na passada terça-feira, a antiga Primeira Dama mantém a posição de clara favorita.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Eleições nos EUA: compreender as primárias e os "caucus"

Trump vence primárias na Carolina do Sul. Nikki Haley promete manter-se na corrida

Trump compara problemas legais à perseguição feita ao opositor russo Alexei Navalny