Última hora

Brasil: Rousseff exclui reforma ministerial antes de voto de "impeachment"

Brasil: Rousseff exclui reforma ministerial antes de voto de "impeachment"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Dilma Rousseff excluiu qualquer remodelação ministerial até à votação do processo de destituição do cargo de presidente do Brasil, atualmente em curso na Câmara dos Deputados.

O voto está agendado para a próxima segunda-feira, segundo o presidente da comissão que está a analizar o pedido de “impeachment”.

Na apresentação da defesa da presidente brasileira à comissão, o advogado de Rousseff acusou o líder da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, de “perseguição pessoal”.

Numa manifestação na segunda-feira à noite em São Paulo, o antecessor e mentor da chefe de Estado, Lula da Silva, apelou aos apoiantes para sairem à rua no dia em que for votado o processo de destituição.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.