Última hora

Última hora

Pelo menos 35 mortos em sucessão de sismos no Japão

Em leitura:

Pelo menos 35 mortos em sucessão de sismos no Japão

Pelo menos 35 mortos em sucessão de sismos no Japão
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 35 mortos, é, para já, o balanço de vitimas mortais provocadas pelos sismos que abalaram o sudoeste do Japão desde quinta-feira.

Um balanço que pode aumentar porque há ainda muitas pessoas presas nos escombros e a probabilidade de novas réplicas é elevada.

O último e mais forte sismo, de magnitude 7,3 na escala de Richter, ocorreu na noite de sexta-feira para sábado e teve epicentro a 10 quilómetros da costa ocidental da ilha de Kyushu.

Pelo menos mil pessoas sofreram ferimentos, 184 delas com gravidade, e 90 mil foram retiradas da região.

A região de Kumamoto, na ilha de Kyushu, foi abalada por uma série excecional de fortes tremores de terra que provocou derrocadas, incêndios e deslizamentos de terra.

Grandes empresas, como a Bridgestone, a Honda e a Sony, decidiram suspender as operações das fábricas no sudoeste do país

A companhia de eletricidade garantiu não ter sido registado qualquer tipo de anomalia na central nuclear de Sendai, onde se encontram os únicos dois reatores atualmente em funcionamento no Japão.