OCDE alerta para ondas de choque a nível mundial no caso de um "Brexit"

OCDE alerta para ondas de choque a nível mundial no caso de um "Brexit"
De  Marco Lemos com Guardian, reuters, económico, euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia irá provocar ondas de choque na economia mundial. O aviso foi dado, esta quarta-feira, pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económic

PUBLICIDADE

Uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia (UE) irá provocar ondas de choque na economia mundial. O aviso foi dado, esta quarta-feira, pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), um dia depois de uma sondagem encomendada pelo jornal britânico The Guardian ter mostrado que 52% dos inquiridos estão a favor do chamado “Brexit”.

OECD warns of 'significant' Brexit impact on UK growth https://t.co/FWeNzAnyax

— The Independent (@Independent) June 1, 2016

A Dinamarca é um dos países que pode ser afetado pelo “Brexit”:

Denmark may have a $150 billion problem if #Brexit happens https://t.co/nWwJwuefpupic.twitter.com/iLLazqyRwh

— Bloomberg (@business) June 1, 2016

A libra esterlina está já a pagar o preço dos receios de uma saída da UE:

British pound drops below $1.44 as Brexit fears mount https://t.co/eLJVpiseN7 via anoojad</a> <a href="https://t.co/bvL7wPaR4d">pic.twitter.com/bvL7wPaR4d</a></p>&mdash; Bloomberg Markets (markets) June 1, 2016

Antiga filiada do UKIP, de onde foi expulsa, a deputada europeia Janice Atkinson defende que os britânicos “querem os melhores e mais brilhantes, não querem levantar barreiras, querem os mais brilhantes cientistas nucleares chineses, os agentes dos bancos de investimento americanos, os consultores de tecnologias de informação da Índia”, considerando que, “neste momento estamos a discriminar os que são de fora da UE e apenas aceitamos milhões de pessoas que vêm de países europeus pobres, por causa do salário mínimo” ser melhor no Reino Unido.

5 arguments in favor of a U.K. ‘Brexit’ from the EU — and 5 against https://t.co/e9DwkklzIL

— MarketWatch (@MarketWatch) June 1, 2016

Para já, os partidários de uma saída da União Europeia esfregam as mãos de contentes, indiferentes aos riscos económicos que o próprio Reino Unido enfrenta se abandonar a Europa comunitária, como também já foi referido pelo FMI e por vários líderes mundiais.

Os defensores da permanência na UE também têm apresentado os seus argumentos:

Lord Sugar on #Brexit: “This is the most serious vote you will most probably ever make in your lifetime”:https://t.co/6Y1aRBirnI

— Stronger In (@StrongerIn) May 31, 2016

O referendo à permanência do Reino Unido na União Europeia está agendado para o dia 23 deste mês (junho) e, de momento, ninguém arrisca um prognóstico.

Three factors that will affect #Brexit vote:
1. Turnout
2. Immigration
3. Political debateshttps://t.co/f7bhqWmDhApic.twitter.com/pL8F36koPP

— The EIU (@TheEIU) June 1, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

#Brexit: Uma história de amor-ódio entre o Reino Unido e a União Europeia

Questões sobre o referendo à permanência do Reino Unido na UE

Brexit: Prós e Contras