This content is not available in your region

Suspeitos ligados ao assassinato de casal de polícias francês presentes em juízo antiterrorista

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Suspeitos ligados ao assassinato de casal de polícias francês presentes em juízo antiterrorista

Dois dos três homens detidos depois do assassinato de um casal de polícias franceses foram levados à presença da justiça antiterrorista, anunciaram as autoridades parisienses.

O duplo homicídio deu-se na segunda feira à noite e foi perpetrado por Larossi Abballa, um jihadista, em Yvelines, na região de Paris.

Os dois suspeitos (de 27 e 29 anos) têm uma condenação prévia e conjunta com Abbala, de setembro de 2013, por um processo de envio de fileiras de jihadistas para o Paquistão, segundo fontes próximas. Um terceiro homem foi preso na terça, mas libertado depois.

O comandante Jean-Baptiste Salvaing e Jessica Schneider foram esfaqueados por Abbala. O filho do casal, de 3 anos, feito refém na altura, foi encontrado em estado de choque quando a polícia conseguiu neutralizar Abbala, que morreu no local.

O Presidente francês homenageou esta sexta os polícias mortos, chamando-lhes heróis do quotidiano, numa cerimónia em Versalhes.

O comandante Jean-Baptiste Salvaing e Jessica Schneider foram esfaqueados por Abbala. O filho do casal, de 3 anos, feito refém na altura, foi encontrado em estado de choque quando a polícia conseguiu neutralizar Abbala, que morreu no local.