EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Brexit: todos perguntam como e quando se sai da UE, a Escócia pergunta como ficar

Brexit: todos perguntam como e quando se sai da UE, a Escócia pergunta como ficar
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A chanceler alemã Angela Merkel disse no primeiro dia de cimeira europeia que o Reino Unido deve ter tempo para recuperar da onda de choque político que o resultado do referendo do passado dia 23 de j

PUBLICIDADE

A chanceler alemã Angela Merkel disse no primeiro dia de cimeira europeia que o Reino Unido deve ter tempo para recuperar da onda de choque político que o resultado do referendo do passado dia 23 de junho causou em toda a europa.

Ao segundo dia, a cimeira europeia continua em Bruxelas, numa demonstração de que o tempo não pára na Europa que ficou, até porque aprovou em Parlamento uma resolução não vinculativa pedindo a Londres que active o quanto antes a cláusula de partida voluntária e comece a negociar os termos de saída numa contagem decrescente de dois anos.

What's next in EU politics? Briefing by EP_ThinkTank</a> on <a href="https://twitter.com/hashtag/EUCO?src=hash">#EUCO</a> 28-29 June <a href="https://t.co/SobDfmrzja">https://t.co/SobDfmrzja</a> <a href="https://t.co/0P5eX2W9zA">pic.twitter.com/0P5eX2W9zA</a></p>&mdash; European Parliament (Europarl_EN) June 29, 2016

Mas a pergunta ainda não tem resposta: “quando acciona o Reino Unido o artigo 50 do Tratado de Lisboa“https://www.publico.pt/mundo/noticia/reino-unido-nao-vai-iniciar-processo-de-saida-na-cimeira-europeia-1736472, que espoleta a saída da União Europeia?

David Cameron deixou claro que a tarefa é do próximo governo e não dele, o Partido Conservador em Londres diz que a escolha do próximo primeiro-ministro britânico não será feita antes dos últimos dias do ano.

Ter tempo não é o mesmo que meditar durante meses, disse o presidente da comissão europeia, Jean-Claude Juncker,com o reforço do mercado financeiro europeu a reagir depressa à ausência de um plano comum, ou até mesmo só de um plano.

As tentativas do ministro das finanças britânicas para acalmar os mercados ficaram por ouvir, com a libra a cair aos mínimos dos últimos 30 anos, empresas a anunciar suspensões nas contratações e eventuais cortes futuros e instituições financeiras a declarar retirada de Londres.

Na indecisão britânica, planos paralelos procedem, com a primeira ministra escocesa a reunir com o presidente do parlamento europeu, Martin Schulz, de manhã e com reunião marcada com o da comissão, Jean-Claude Juncker, à tarde.

O objectivo é claro: manter o plano da Escócia de ficar na União Europeia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Reino Unido: A revolta dos 48% contra o Brexit nas ruas de Londres

"Nunca vivi uma atmosfera semelhante": Martin Schulz

"Reino Unido tem a honra de ser o primeiro Estado-membro a rejeitar a UE" garante Nigel Farage