Bangladesh: Vinte civis mortos em ataque reivindicado pelo Estado Islâmico

Bangladesh: Vinte civis mortos em ataque reivindicado pelo Estado Islâmico
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

20 civis foram mortos em Daca, no Bangladesh num ataque a um restaurante.

PUBLICIDADE

20 civis foram mortos em Daca, no Bangladesh num ataque a um restaurante. Ainda não há dados definitivos, mas as autoridades já revelaram que muitas das vítimas mortais são estrangeiros. Além disso, terão sido mortas com armas brancas.

Army confirms 20 executions, 1 arrest https://t.co/UP5PekfJst#Bangladesh#DhakaTerrorAttack#GulshanAttackpic.twitter.com/uCmUHxPoou

— DhakaTribune (@DhakaTribune) 2 de julho de 2016

Nesta ataque, que já foi reivindicado pelo autoproclamado Estado Islâmico, acabaram ainda por morrer outros seis indivíduos, os alegados jihadistas.

O grupo extremista assumiu a responsabilidade desta ação através de uma mensagem publicada no Twitter da Amaq, a “agência” de notícias do Daesh. Na mesma mensagem avançavam que mais de vinte pessoas tinham sido mortas pelos terroristas. As autoridades primeiro desmentiram esta informação, mas já na manhã deste sábado, uma fonte do exército do Bangladesh confirmou que 20 civis foram mortos e 13 reféns foram libertados com vida. Além disso, disse que “a maioria das vítimas e dos reféns resgatados são italianos ou japoneses”.

Live Update: 20 killed in #GulshanAttackhttps://t.co/hIrSO23hsE
\#GulshanShooting#Bangladeshpic.twitter.com/oAViZIhMHc

— DhakaTribune (@DhakaTribune) 2 de julho de 2016

O restaurante Holey Artisan Bakery está localizado no bairro diplomático de Daca. A operação policial para pôr termo ao cerco contou com mais de uma centena de militares e forças de segurança e durou toda a noite.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bangladeche: Matteo Renzi apela à união da comunidade internacional contra o terrorismo

Pelo menos 44 mortos e 22 feridos em incêndio no Bangladesh

Incêndio em prédio de 14 andares em Valência faz pelo menos quatro mortos