EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Em Madrid, Obama saúda "o progresso económico de Espanha"

Em Madrid, Obama saúda "o progresso económico de Espanha"
Direitos de autor 
De  Antonio Oliveira E Silva com EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, saúdou Rajoy e "o povo espanhol" pelo "progresso económico" durante a sua visita oficial.

PUBLICIDADE

Durante a sua rápida visita oficial a Espanha, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, encontrou-se no Palácio da Moncloa, em Madrid, com o presidente do Governo espanhol em funções, Mariano Rajoy, e destacou as boas relações entre os dois países.

Numa entrevista ao diário espanhol El País, o presidente Obama tinha que “seja qual for o Governo, Espanha continuará a ser um aliado sólido.” Uma alusão ao complexo processo político que atravessa Espanha, depois de umas segundas eleições legislativas que, não tendo dado uma maioria expressiva a nenhum dos partidos políticos no Congresso, deixou, uma vez mais, o país num impasse político.

Entrevista en EXCLUSIVA con Barack Obama: “España será siempre un aliado sólido” https://t.co/CoPLGIJnIMpic.twitter.com/n3nJLUaAl3

— EL PAÍS (@el_pais) 10 juillet 2016

Uma rápida visita por causa do que Obama definiu como “uma semana complicada nos Estados Unidos,” depois dos tiroteios de Dalla, no Texas, que deixaram cinco polícias mortos durante uma manifestação contra a violência policial.

O presidente norte-americano saudou Rajoy e os cidadãos espanhóis pelo que diz ser o progresso económico do país, que considerou como “um percurso difícil, mas as mudanças levadas a cabo começam a dar frutos.”

Barack Obama esteve antes com Felipe VI.É a primeira visita oficial de um presidente dos Estados Unidos a Espanha em 15 anos.

De resto, a passagem por Madrid fica marcada pelo protesto da Greenpeace contra o Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento ou TTIP, como é conhecido. A organização disse ao presidente “Yes, We Can Stop It”, ou seja que sim é possível parar o TTIP, num anúncio colocado no início da Gran Vía, no centro da capital espanhola.

Obama deverá ainda visitar a base naval de Rota, na Andaluzia, antes de regressar a Washington.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Obama em visita oficial a Espanha

Ilha de Menorca: aldeia de Binibeca Vell com horário restrito de visitas durante o verão

Reconhecimento do Estado palestiniano é apenas um "pequeno passo", dizem espanhóis