Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

ONU condena violência no Sudão do Sul

ONU condena violência no Sudão do Sul
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho de Segurança das Nações Unidas reuniu-se de urgência em Nova Iorque e condenou nos termos mais duros a violência no Sudão do Sul, além de expressar choque e indignação por ataques a bases da ONU no país.

Intensificaram-se os combates na capital Juba entre as tropas leais ao Presidente Salva Kiir e os que apoiam o vice-presidente Riek Machar.

A violência começou ainda na quinta-feira e desde então já terão morrido 272 pessoas, segundo fontes oficiais.

Na sexta-feira, os dois líderes encontraram-se, apelaram à calma e desdramatizaram a situação.

No entanto, depois de uma aparente acalmia no sábado, os confrontos regressaram.

Mais três mil civis procuraram refúgio junto da ONU.

As Nações Unidas tentam lidar com a vaga de deslocados, uma base foi mesmo atingida por fogo pesado.

Um capacete azul chinês morreu, e vários outros, incluindo ruandeses, ficaram feridos.