Última hora

Última hora

França aprova prolongamento do estado de emergência por mais seis meses

França aprova prolongamento do estado de emergência por mais seis meses
Tamanho do texto Aa Aa

A Assembleia nacional francesa aprovou o prolongamento por mais seis meses do estado de emergência em vigor, cinco dias depois do atentado que provocou 84 mortos em Nice.

O artigo do projeto de lei do prolongamento do estado de emergência foi adotado por voto de braço no ar pelos deputados. O texto deve agora passar ao Senado onde será debatido.

Na quinta-feira à noite, um homem avançou com um camião frigorífico, durante dois quilómetros, contra a multidão que assistia ao fogo-de-artifício do 14 de julho, feriado nacional, no Passeio dos Ingleses, em Nice.

As intenções do autor do ataque, que fez 84 mortos e cerca de 300 feridos, ainda estão por determinar.

O condutor do camião, identificado como Mohamed Lahouaiej-Bouhlel, foi abatido pela polícia.

As autoridades francesas consideraram estar-se perante um atentado e o Presidente da França, François Hollande, já tinha anunciado o prolongamento por mais três meses do estado de emergência que vigora no país desde o ano passado.

O grupo extremista Estado Islâmico reclamou a autoria do atentado.