Charleroi: Atacante em situação ilegal e com ordem de expulsão

Charleroi: Atacante em situação ilegal e com ordem de expulsão
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O argelino que este fim de semana atacou duas agentes da policia na Bélgica tentou, por duas vezes, regularizar a situação no país, mas sem sucesso.

PUBLICIDADE

O argelino que este fim de semana atacou duas agentes da policia na Bélgica tentou, por duas vezes, regularizar a situação no país, mas sem sucesso.

O atacante de 33 anos recebeu uma ordem de expulsão em 2014, depois de ter vivido dois anos em situação ilegal.

Esta terça-feira, o rei da Bélgica visitou a esquadra da polícia em Charleroi, no sudeste do país, alvo do ataque.

Cerca de 250 agentes aproveitaram o momento para enviar uma mensagem de solidariedade às duas polícias feridas durante uma marcha que terminou junto à câmara municipal da cidade belga.

“Não estamos aqui para reivindicar, estamos aqui para apoiar os nossos colegas. Para mostrar que estamos unidos e que estamos ao lado destas pessoas. Estamos unidos nos bons e em momentos trágicos como este” refere Thomas Preillom oficial de polícia de Charleroi.

O rei belga também se deslocou ao hospital onde as duas agentes, vítimas do ataque continuam internadas. As duas mulheres saíram do coma induzido este domingo. Desconhece-se para já quando poderão ter alta.

Recorde-se que o ataque em Charleroi foi reivindicado pelos radicais do Estados Islâmico.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque com arma branca no metro de Bruxelas junto às instituições da UE

Atacante de polícias estava em lista de prevenção antiterrorista

Polícia morto em ataque à faca em Bruxelas