Cazeneuve e Maizière alinhados na importância da cooperação europeia contra o terrorismo

Cazeneuve e Maizière alinhados na importância da cooperação europeia contra o terrorismo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Direção-Geral de Segurança Interna francesa deteve, este mês, sete pessoas por ligações a redes terroristas.

PUBLICIDADE

A Direção-Geral de Segurança Interna francesa deteve, este mês, sete pessoas por ligações a redes terroristas. Pelo menos três tinham projetos para levar a cabo atentados, de acordo com um anúncio feito pelo ministro francês do Interior.

Bernard Cazeneuve esteve reunido, esta terça-feira, com o homólogo alemão, Thomas de Maizière, em Paris, que reforçou a importância da cooperação europeia para fazer frente à ameaça do terrorismo: “Está bastante claro que atendendo à atual movimentação de pessoas e à proximidade do Médio Oriente é muito melhor, para os Estados-membros, cooperarem entre si. Neste momento, há muitas vozes críticas em relação à Europa que questionam a utilidade. A resposta é que quando a nossa segurança está em causa, a Europa acrescenta valor.”

Do lado francês, Bernard Cazeneuve insistiu na necessidade de uma “partilha sistemática de dados de ficheiros europeus” de informação, “alimentados, continuamente, pelos Estados-membros”: “Os diferentes ficheiros devem estar ligados entre si. É imperativo que a polícia no terreno disponha de um interface único, que cruze em simultâneo todos os ficheiros nacionais e europeus para realizar as verificações necessárias para a nossa segurança.”

O ministro francês do Interior acrescentou, de forma preocupante, que o número de detidos, nos primeiros seis meses do ano, no país, por ligações a redes terroristas é idêntico ao do ano 2015.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Agricultores franceses mantêm protestos apesar de novas medidas do governo

Praias de desembarque do Dia D podem ser consideradas Património Mundial da UNESCO

Macron anuncia apoio de três mil milhões de euros à Ucrânia durante visita de Zelenskyy a Paris