EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Turquia: Revolta após afastamento administrativo de autarcas eleitos

Turquia: Revolta após afastamento administrativo de autarcas eleitos
Direitos de autor 
De  Dulce Dias com REUTERS, AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A polícia dispersou, à força de canhões de água, manifestantes que protestavam contra o afastamento de autarcas eleitos, substituídos por edis nomeados

PUBLICIDADE

Foi à força que as autoridades turcas dispersaram os manifestantes que, em Diyarbakir, protestavam contra o afastamento de 28 autarcas, alegadamente por ligações a militantes curdos.

Ancara nomeou novos presidentes de câmara, depois de ter afastado os que tinham sido eleitos.

#BREAKING :#Turkey seize 28 #Kurdish municipalities, protest continuing in #Hakkari#hdp#kurds#amed#Diyarbakırpic.twitter.com/KKINDSaK27

— Botin Kurdistani (@kurdistannews24) 11 septembre 2016

Uma manobra do poder central que provocou protestos, sobretudo na região – instável – do sudeste, perto da fronteira com a Síria e o Iraque.

Na província de Hakkari, a polícia retirou mesmo a bandeira do governo local substituindo-a pela bandeira nacional.

First things first… #Hakkari and #Diyarbakir trustees display Turkish flags from the municipality buildings. pic.twitter.com/ubhz5n7rmC

— yurda budak (@yurdabudak) 11 septembre 2016

“Aceitar isto?! É impossível aceitar isto! Rejeitamos esta nomeação. Os autarcas do povo estão aqui. Não é possível que sejam outras pessoas a ser designadas, com uma assinatura, presidentes de câmara. Condenamos esta nomeação”, afirmou veementemente Nihat Akdogan, advogado do HDP.

Os 28 municípios em causa estavam nas mãos do Partido Democrático do Povo. O HDP, na oposição, é a terceira força parlamentar. Embora pró-curdo, recusa qualquer ligação a “militantes” e classifica o afastamento dos autarcas de “golpe administrativo”.

LATEST Turkish Int Min appoints administrators to 28 municipalities, mostly in Kurdish-populated SE, inc. #Batman and #Hakkari provinces.

— CNN Türk ENG (@CNNTURK_ENG) 11 septembre 2016

Esta semana, o presidente Recep Tayyip Erdogan afirmara que a luta de Ancara contra o PKK estava mais intensa do que nunca – e o afastamento de funcionários públicos é uma das suas vertentes.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líderes dos rivais regionais Grécia e Turquia reúnem-se para estreitar relações

Vitória da oposição é sinal de "ingratidão", dizem apoiantes de Erdoğan na Turquia

Urnas já abriram na Turquia para as autárquicas, partido de Erdogan quer recuperar Istambul