Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Breves de Bruxelas: TTIP, Engie e Merkel em destaque

Breves de Bruxelas: TTIP, Engie e Merkel em destaque
Tamanho do texto Aa Aa

A oposição dos cidadãos ao tratado comercial transatlântico ganha força. Os opositores do acordo de livre comércio entre a União Europeia e os Estados Unidos da América, conhecido por TTIP, vão reunir-se, na terça-feira, no quarteirão europeu de Bruxelas.

Depois da Alemanha, no domingo, é a sociedade civil da Bélgica que se expressa, temendo que sejam postas em causa normas em vigor na Europa. Um argumento de que está consciente o patronato europeu, apoiante do TTIP, como explica Luísa Santos, do BusinessEurope.

Neste programa que passa em revista a atualidade europeia diária falamos, também, da Comissária para a Concorrência, que garante não ser parcial em relação às empresas norte-americanas, nem às suas políticas fiscais na Europa. A prová-lo, a Comissão lançou também uma investigação contra a empresa francesa Engie.

Será que Angela Merkel vai lutar por um quarto mandato como chanceler? O seu partido, CDU, acabou de sofrer um novo revés eleitoral, agora em Berlim. O partido populista AfD, Alternativa para a Alemanha, ganha peso a cada escrutínio e é um sério candidato junto do eleitorado. Angela Merkel não quer declarar as suas intenções eleitorais, mas vai deixando algumas pistas.

É oficial: Julian King é o Comissário para a Segurança da União, tornando-se, assim, o novo representante do Reino Unido no âmbito da Comissão. Mas poderá, sobretudo, entrar na História como o último comissário britânico, se o Brexit entrar em vigor antes do final de seu mandato, em outubro de 2019.