Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Domínio francês no primeiro dia em Zagreb

Domínio francês no primeiro dia em Zagreb
Tamanho do texto Aa Aa

Zagreb, na Croácia, foi a cidade escolhida para o regresso do melhor judo do planeta após os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O primeiro dia de competição foi dominado pelos judocas franceses, que alcançaram duas medalhas de ouro e duas de bronze.

Lola Benarroche, de 25 anos, levou de vencida Daria Mezhetckaia na final dos -57 kg e pela primeira vez na carreira conquistou uma medalha de ouro num Grande Prémio.

Um cenário que se repetiu na final dos -52 kg. Um yuko foi suficiente para a polaca Karolina Pieńkowska levar de vencida a kosovar Distria Krasniqi e aos 23 anos de idade estrear-se a subir ao lugar mais alto do pódio.

E como não há duas sem três, Milica Nikolić repetiu a proeza nos -48 kg. A sérvia, de apenas 21 anos, venceu os seus três combates por ippon e na final precisou de apenas um minuto e 20 segundos sobre o tatami para levar de vencida a israelita Noa Minsker.

A tendência manteve-se no setor masculino, as cinco medalhas em discussão na jornada inaugural foram todas arrebatadas por judocas que nunca tinham vencido a este nível.

Nos -66 kg, o triunfo sorriu ao esloveno Andraz Jereb, que se impôs na final ao israelita Baruch Shmailov.

Finalmente, nos -60 kg, Vincent Manquest garantiu a segunda medalha de ouro do dia para a França. O gaulês esteve irrepreensível ao longo do torneio, venceu todos os combates por ippon e na final derrotou Robert Mshvidobadze em apenas um minuto e seis segundos.