EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Ucrânia assinala 75 anos da carnificina de Babi Yar

Ucrânia assinala 75 anos da carnificina de Babi Yar
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Ucrânia assinalou esta quinta feira os 75 anos do massacre de Babi Yar, uma ravina em Kiev onde mais de 33 mil judeus foram mortos pela Alemanha nazi em apenas dois dias, a 29 e 30 de setembro de…

PUBLICIDADE

A Ucrânia assinalou esta quinta feira os 75 anos do massacre de Babi Yar, uma ravina em Kiev onde mais de 33 mil judeus foram mortos pela Alemanha nazi em apenas dois dias, a 29 e 30 de setembro de 1941.

As cerimónias, que relembram uma das mais atrozes carnificinas da II grande guerra, acontecem numa altura em que a Ucrânia ganha distância face ao passado soviético e repensa o papel complexo e controverso dos nacionalistas ucranianos durante este período.

Standing in silence at this mass grave in #BabiYar, we need to remember our duty to act when innocent are killed, children become target

— Donald Tusk (@eucopresident) September 29, 2016

Petro Poroshenko, presidente da Ucrânia, declarou numa cerimónia onde estiveram presentes várias figuras internacionais: “A tragédia de Babi Yar é um despertar para toda a humanidade. qualquer regime, que esmaga direitos humanos e liberdades, personifica uma ameaça à própria humanidade.”

A 19 de setembro de 1941, a capital ucraniana foi ocupada pelas tropas nazis, que publicaram anúncios em ucraniano nos jornais onde ordenavam a todos os judeus a apresentação pelas 8 horas da manhã de 29 de setembro num cruzamento de Kiev, com papéis de identidade, dinheiro e roupas quentes. Percebido como um anúncio de deportação, lia-se que quem desobedecesse seria fuzilado. A obediência fuzilou mais de 30 mil em apenas dois dias. > 75 years ago, more than 100,000 people were killed in a series of massacres by Nazi soldiers at Babi Yar, Ukraine. https://t.co/9QtbGIrOgbpic.twitter.com/nkuAAKjIDO

— RFE/RL (@RFERL) September 29, 2016

Durante a ocupação de Kiev, os nazis faziam execuções massivas em Babi Yar em cada terça e sexta feiras.

Apenas na Ucrânia, durante a II Guerra Mundial (1939-1945) foram mortos aproximadamente um milhão e meio de judeus.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia lembra massacre de Babi Yar

Líder regional do partido de extrema-direita AfD é julgado por utilizar símbolos nazis

Ativistas denunciam aumento do vandalismo antissemita na Alemanha