A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Justiça alemã arquiva processo a humorista por insultar Erdogan

Justiça alemã arquiva processo a humorista por insultar Erdogan
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A justiça alemã arquivou o processo penal contra um humorista por ofensa a um dirigente estrangeiro. Em março, Jan Boehmermann leu um poema satírico, sugerindo que o presidente turco, Recep Tayyp Erdogan, era pedófilo e zoófilo. A provocação do artista foi uma reação às criticas de Ancara relativamente a uma canção difundida na Alemanha que colocava em causa a liberdade de expressão na Turquia.

O texto do humorista provocou um acidente diplomático entre os dois países. O governo de Berlim recorreu a um texto legislativo antigo para autorizar um inquérito penal, numa altura em que precisava da ajuda do governo turco para aplicar o acordo entre a UE e a Turquia para estancar o fluxo de refugiados.