EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Barco de ativistas pro-palestinianas travado por forças israelitas

Barco de ativistas pro-palestinianas travado por forças israelitas
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O “barco de mulheres”, treze, entre elas a Nobel da Paz Mairead Maguire, que partiu de Barcelona para Gaza, pelo fim do bloqueio, que dura há quase uma década, foi intercetado pela Marinha israelita,

PUBLICIDADE

O “barco de mulheres”, treze, entre elas a Nobel da Paz Mairead Maguire, que partiu de Barcelona para Gaza, pelo fim do bloqueio, que dura há quase uma década, foi intercetado pela Marinha israelita, pouco antes de atingir o seu objetivo.

A organização “Freedom Flotilla”, que acompanha e apoia a missão destas mulheres, diz que perdeu o contacto com o barco quando faltava um minuto para as 16h, 15h em Lisboa.

Depois disso terá conseguido falar com a Nobel da Paz, já que num vídeo publicado na sua página na internet esta diz ter sido detida pelas autoridades israelitas.

SOS messages from #WomenToGazahttps://t.co/uUtRmjG9ur
Pls contact your Govt to demand their release and an end to the illegal blockade! pic.twitter.com/6EIkuPvXL4

— Women's Boat To Gaza (@GazaFFlotilla) 5 de outubro de 2016

Em Gaza esperava-se a chegada do barco…

“É um puro ato de pirataria da Marinha israelita realizado em águas internacionais, contra um navio em missão Humanitária e que navegava com bandeira holandesa.

O que aconteceu é um ato de terror e de pirataria contra todas as regras do Direito Internacional. É um crime de guerra perpetrado por Israel contra 13 ativistas internacionais. Nós não sabemos nada delas porque o contacto foi cortado”.

In the US, call the StateDept</a> at 202-647-6575 (push 3, then 0) to demand the release of <a href="https://twitter.com/AnnWright46">AnnWright46 and the Women's Boat. #SOSwomentogaza. pic.twitter.com/Abz5dhGybZ

— Joe Catron (@jncatron) 5 de outubro de 2016

A tensão entre Israel e Palestina continua. Os israelitas lançaram um novo ataque aéreo contra a Faixa de Gaza, alegando ser uma resposta a um outro conduzido pelo Hamas contra Israel.

Horas antes um “rocket”, alegadamente, disparado de território palestiniano, aterrou numa rua da cidade de Sderot, no sul de Israel. O foguete conseguiu passar o sistema antimíssil israelita.

Nenhum dos ataques fez vítimas mortais ou feridos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Gaza: pelo menos 71 mortos e mais de 200 feridos num ataque ao campo de al-Mawasi

Trabalhadores recuperam 60 corpos dos escombros de dois bairros destruídos em Gaza

Protesto em Telavive: milhares continuam a exigir libertação de reféns israelitas em Gaza