Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Eurodeputado Steven Woolfe está a recuperar

Eurodeputado Steven Woolfe está a recuperar
Tamanho do texto Aa Aa

O eurodeputado britânico Steven Woolfe, que desmaiou, quinta-feira, num corredor do Parlamento Europeu, está a recuperar.

Continua por esclarecer o sucedido. Diz-se que se tratou de uma discussão, numa reunião do partido, que terá terminado com Woolfe a ser agredido. O alegado autor da agressão é Mike Hookem.

O presidente interino do UKIP, formação da qual todos fazem parte, lamenta-a:

“Tratou-se de dois adultos a envolverem-se numa altercação. Não é um comportamento adequado mas não vou
culpar ninguém, dizer quem disse ou fez o quê. Situações destas não devem acontecer. Faz-nos parecer um parlamento do terceiro mundo e isso não é bom”, afirmou Nigel Farage.

A contenda entre os dois colegas de partido terá sido já resolvida. Woolfe terá já pedido para se encontrar com Hookem, que nega ter esmurrado o companheiro:

“Esta manhã o Steven estendeu a mão, pela amizade, ao Sr. Hookem, o Mike, e deu-se conta de que as coisas foram longe demais na reunião. Deu um passo em frente para que continuemos a ser um grupo de amigos”, adiantou Nathan Gill, eurodeputado pelo UKIP.

Responsáveis do Parlamento Europeu já fizeram saber que foi aberto um inquérito, decisão que tinha sido já tomada e divulgada ontem por Nigel Farage, a nível partidário.

Woolfe é o candidato favorito à liderança do UKIP, formação eurocética, depois de Diane James abandonar o cargo poucos dias depois de assumi-lo.