França prepara o fim da Selva da Calais

França prepara o fim da Selva da Calais
De  Nara Madeira com REUTERS, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A menos de 48 horas do começo do desmantelamento da “Selva de Calais”, que arranca, segundo fontes oficiais, às 8 horas da manhã de segunda-feira, 7h em Lisboa, levantam-se questões sobre a falta de i

PUBLICIDADE

A menos de 48 horas do começo do desmantelamento da “Selva de Calais”, que arranca, segundo fontes oficiais, às 8 horas da manhã de segunda-feira, 7h em Lisboa, levantam-se questões sobre a falta de informação sobre o processo de transferência dos migrantes para os centros de receção.

Evacuação de acampamento de migrantes de Calais começa na segunda-feira https://t.co/CXtfCaHejopic.twitter.com/hV7VKBbnON

— Yahoo Brasil (@YahooBr) 21 de outubro de 2016

São as pessoas que trabalham neste campo que estão a tentar preparar os milhares de pessoas que aqui estão para o que vai acontecer:

“Estamos a falar com eles e a dar-lhes o máximo de informação possível. Queremos garantir que quando chegar segunda-feira em vez de choque, fúria e medo, as pessoas sejam pragmáticas, saibam o que vai acontecer, que não há nada a fazer para evitá-lo, que estejam prontas e digam: “ok, sabíamos que isto ia acontecer. Está na altura de partir”, explica Claire Mosley, fundadora da ONG ‘Care 4 Calais’.

Partir para um dos centros de receção espalhados por França. O sonho de chegar ao Reino Unido não está ao alcance da maioria, 54 meninas conseguiram-no, este sábado. Para os que ficam o medo, a apreensão, são impossíveis de evitar, também por falta de informação:

“Este é o único campo em França. Em Paris as pessoas ficam nas ruas. Este é o único campo. Segunda-feira vão queimá-lo”, diz um jovem migrante.

Mais de um milhar de polícias vai acompanhar as operações e quem não quiser partir pode ser detido. Espera-se uma segunda-feira complicada, ainda mais complicada do que o normal, no dia que marca o princípio do fim da “Selva de Calais”.

A Letter to the ukhomeoffice</a> and <a href="https://twitter.com/Place_Beauvau">Place_Beauvau from AmnestyUK</a> → <a href="https://t.co/857UfNDnWp">https://t.co/857UfNDnWp</a> <a href="https://t.co/MOd4pxeWZ9">pic.twitter.com/MOd4pxeWZ9</a></p>&mdash; Care4Calais (Care4Calais) 21 de outubro de 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mortes de migrantes no Canal da Mancha levantam questões em Londres e Paris

Ligações ferroviárias Eurostar de volta à normalidade

Senado francês analisa lei para restringir imigração