Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Eleições norte-americanas: WikiLeaks dá munição para Trump atacar, Clinton responde com nuclear

Eleições norte-americanas: WikiLeaks dá munição para Trump atacar, Clinton responde com nuclear
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Quando falta 1 semana para as eleições presidenciais norte-americanas, o candidato Republicano, Donald Trump, e a candidata Democrata, Hillary Clinton, continuam a trocar acusações.

Num comício no Michigan, Trump atacou Hillary com a revelação, feita pelo WikiLeaks, que esta teve acesso prévio a questões colocadas em debates frente a Bernie Sanders, durante as primárias democratas.

“O que me preocupa é que Hillary Clinton consiga as perguntas de um debate, isso é muito importante. Depois, o que acontece é que a comunicação social nunca pergunta: “por que você não as entregou, por que você usou essas perguntas?”. Ela usou as perguntas em várias situações; isso só se soube hoje,” declarou Donald Trump.

Entretanto, em Cincinnati, Hillary Clinton, que foi obrigada a jogar na defensiva depois de o FBI avançar com novas investigações sobre o uso de e-mail privado para tratar assuntos de Estado, atacou Trump e a forma como este entende o perigo das armas nucleares.

“Quando no futuro alguém lhe perguntar, talvez os seus filhos ou os seus netos, o que você fez quando tudo estava em jogo, eu quero que você possa dizer que votou por uma América melhor, mais justa e mais forte,” afirmou Hillary Clinton.

As sondagens mostram que a vantagem de Clinton sobre o Trump diminuiu ligeiramente. Ainda não se sabe se a controvérsia do e-mail será prejudicial. . Certo é que Milhões de americanos já fizeram a sua escolha em votação antecipada