Última hora

Buscas na Samsung em caso de corrupção que envolve presidente da Coreia do Sul

Buscas na Samsung em caso de corrupção que envolve presidente da Coreia do Sul
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A procuradoria sul-coreana ordenou a realização de buscas nos escritórios do Grupo Samsung, em Seul. A intervenção policial foi realizada por suspeitas de ligação com uma confidente da presidente do país, Park Geun-Hye, indiciada num escândalo de troca de influências e corrupção. O caso terá motivado também uma rusga nos escritórios do Serviço Nacional de Pensões (NPS). Choi Soon-Sil, uma amiga íntima da presidente sul-coreana, é acusada de chantagear, com o aval da chefe de Estado, dezenas de conglomerados na Coreia do Sul, extorquindo o equivalente a 61 milhões de euros.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.