Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Camarões: protestos violentos contra hegemonia francófona

Camarões: protestos violentos contra hegemonia francófona
Tamanho do texto Aa Aa

Em Bamenda, a capital da região noroeste dos Camarões, uma greve de professores acabou com cerca de 100 pessoas detidas, um morto e vários feridos, segundo o ministro das Comunicações, Tchiroma Bakary.

E é de comunicação que se trata: o Francês é a língua de oito das dez regiões camaronesas. As outras duas são anglófonas e contra a imposição do Francês, alegando marginalização.

A greve docente escalou para protestos violentos, com cerca de 4000 mil pessoas na terça feira ao final do dia a manifestarem-se contra o poder local e a falta de acção quanto a infraestruturas como estradas. Pediam também a independência das duas regiões anglófonas e a demissão do presidente Paul Biya, no poder desde 1982.

A polícia usou gás lacrimogéneo e canhões de água e o exército foi mobilizado para as ruas.