EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Israel: John Kerry diz que paz só é possível com solução de dois Estados

Israel: John Kerry diz que paz só é possível com solução de dois Estados
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

John Kerry voltou a defender a solução de dois Estados: Israel e Palestina.

PUBLICIDADE

John Kerry voltou a defender a solução de dois Estados: Israel e Palestina.

O secretário de Estado dos EUA frisou que é o único caminho para uma paz duradoura, entre israelitas e palestinianos, mas também na região.

Kerry sublinhou que este é o momento certo para pôr em prática este ideal do qual as autoridades israelitas estão a fugir:

“Se a solução de dois Estados é para levar a sério, está na hora de começar a implementá-la, avançando no processo de separação. Fazê-lo agora, e de forma séria, pode fazer uma diferença significativa para salvar a solução de dois Estados e na construção da confiança nos cidadãos de ambos os lados”, referiu Kerry.

Neste sentido, a criação de dois Estados soberanos, John Kerry aproveitou para falar do futuro e de como se pode ajudar na transição e no retorno dos palestinianos aos lugares onde pertencem:

“Temos de promover uma solução justa, acordada e realista para a questão dos refugiados palestinianos, através do apoio internacional que inclui compensações, dar-lhes opções e assistência na procura de residências permanentes, tomar todas as medidas necessárias tendo em consideração todo o sofrimento causado e encontras outras medidas para uma resolução abrangente com 2 estados para 2 povos”, Kerry afirmou ainda que a solução de um Estado único, preconizada em Israel, não põe em causa apenas os palestinianos mas a sua própria segurança e a de toda a região.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Palestinianos prontos para retomar negociações mas com condições

Primeiro-ministro israelita acusa John Kerry de ser "tendencioso e contra e Israel"

Israel suspende licenciamento de construção em Jerusalém Oriental