Última hora

Última hora

Homicídio alegadamente cometido por tunisiano gera protestos violentos na Polónia

Em leitura:

Homicídio alegadamente cometido por tunisiano gera protestos violentos na Polónia

Homicídio alegadamente cometido por tunisiano gera protestos violentos na Polónia
Tamanho do texto Aa Aa

Um tunisiano foi acusado, esta segunda-feira, da morte de um polaco na passagem de ano. Um caso que originou protestos violentos durante o fim de semana. No sábado à noite, um homem, identificado como Daniel, entrou em confrontos com os empregados de um restaurante de kebabs na Polónia. O homem e outro polaco terão roubado duas garrafas e atirado bombas de Carnaval para dentro do estabelecimento.

“As pessoas detidas eram as mais agressivas na multidão; continuam sob custódia. Cada um destes incidentes vai ser tratado separadamente e estas pessoas devem pagar pelos seus atos”, afirmou Agata Kulikowska de Nalecz, porta-voz da polícia, referindo-se à detenção de 28 pessoas, após o homicídio, que aconteceu em Elk, no nordeste da Polónia.

O cozinheiro do restaurante pode ser condenado a prisão perpétua caso o crime seja provado.

No dia seguinte ao homicídio, manifestantes atiraram pedras e bombas de Carnaval contra o estabelecimento e gritaram slogans anti-imigrantes.