EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Coreia do Sul: Tribunal Constitucional começa a analizar destituição de Park Geun-Hye

Coreia do Sul: Tribunal Constitucional começa a analizar destituição de Park Geun-Hye
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com Yonhap / Reuters
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Tribunal Constitucional da Coreia do Sul começou a analizar a destituição da presidente Park Geun-Hye, envolvida num escândalo de corrupção e tráfico de…

PUBLICIDADE

O Tribunal Constitucional da Coreia do Sul começou a analizar a destituição da presidente Park Geun-Hye, envolvida num escândalo de corrupção e tráfico de influências.

A primeira audiência durou apenas 9 minutos, devido à ausência da chefe de Estado. A próxima sessão terá lugar na quinta-feira e, se Park Geun-Hye faltar novamente, o processo avançará sem a sua presença.

O Tribunal Constitucional tem seis meses para ratificar a destituição da presidente, aprovada pelo Parlamento sul-coreano a 9 de dezembro.

Park Geun-Hye encontra-se com as funções suspensas e o primeiro-ministro assegura de forma interina o cargo. Se o tribunal validar a decisão dos deputados, a presidente será afastada e o país vai a eleições.

Entretanto, a Coreia do Sul oficializou junto da Dinamarca, onde foi detida, o pedido de extradição de Chung Yoo-Ra, filha da amiga da chefe de Estado, Choi Soon-Sil, no centro do escândalo de corrupção.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pyongyang promete suspender envio de balões com lixo após ameaças da Coreia do Sul

Líder do principal partido da oposição da Coreia do Sul esfaqueado no pescoço

Incêndio numa fábrica na Coreia do Sul faz pelo menos 22 mortos e seis feridos