A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

França garante que não quer punir Reino Unido pelo Brexit

França garante que não quer punir Reino Unido pelo Brexit
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O ambiente não deve ser hostil, como pediu o Presidente da Comissão Europeia…mas já há pequenas trocas de palavras entre ministros dos Negócios Estrangeiros de Paris e de Londres, a proprósito do Brexit.

“Digo claramente, não vão poder escolher o que querem. Caso contrário seria o fim da Europa. De qualquer forma, não se trata de punir o Reino Unido, quem fala de punir? Ouvi essa expressão dita pelo meu homólogo ontem. Essa não é a posição de França”. Esta foi então a resposta de Jean-Marc Ayrault, depois de Boris Johnson, numa visita à Índia ter dito que Paris queria, de alguma forma castigar Londres pela decisã de sair da União. “Se François Hollande quer aplicar um corretivo a alguém que tenta fugir, como nos filmes da Segunda Guerra Mundial…não me parece a melhor forma de avançar, acredito que não é do interesse dos nossos amigos e parceiros”, sublinhou o chefe da diplomacia do Reino Unido.

No Forum Económico Mundial em Davos, a primeira ministra britânica voltou a falar sobre a saída. Theresa May acredita que “o Reino Unido enfrenta um período de grande mudança. Ou seja, é preciso passar por uma negociação difícil e encontrar um novo papel para o país no Mundo. Mas é de todo o interesse do Reino Unido que a União se mantenha como uma organização de sucesso.

Mas antes ainda tem de ser acionado o artigo 50 do Tratado de Lisboa, para formalizar o processo de saída. Na próxima terça-feira o Supremo Tribunal Britânico deve decidir se será o governo ou parlamento a fazê—lo