EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Hollywood troca festa dos Óscares por protesto anti-Trump

Hollywood troca festa dos Óscares por protesto anti-Trump
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As estrelas de Hollywood juntaram-se ontem a um protesto contra as políticas migratórias da nova administração norte-americana.

PUBLICIDADE

As estrelas de Hollywood juntaram-se ontem a um protesto contra as políticas migratórias da nova administração norte-americana.

A manifestação, “pela união e a liberdade de expressão”, reuniu centenas de pessoas em Beverly Hills, entre os quais vários atores de cinema.

O evento, organizado pela maior agência de talentos de Hollywood, substituiu a tradicional festa que precede a cerimónia dos Óscares que se realiza este domingo.

Segundo a atriz e realizadora Jodie Foster,

“Sabemos que o primeiro ataque à democracia passa pelo assalto à liberdade de expressão e às liberdades civis. E esta guerra incessável contra a verdade. Uma situação infelizmente e tristemente familiar pois a história repete-se. Chegou a hora de resistir, de levantar a voz e de pedir respostas. Chegou a hora de pedir aos nossos representantes que façam o seu trabalho”, afirmou Foster.

Símbolo das divisões no país após as eleições de novembro, vários apoiantes de Trump participaram igualmente na marcha, com bandeiras norte-americanas e uma mensagem:

“Penso que temos que retomar o controlo das fronteiras, é algo temporário para desacelerar e melhorar o processo. E penso que temos que dar mais tempo ao presidente para ver se as suas políticas funcionam”.

O protesto contou com a intervenção, por videoconferência, do realizador iraniano, Asghar Farhadi, uma das personalidades que decidiu boicotar a cerimónia de domingo, depois de Trump ter aprovado um decreto anti-imigração, entretanto suspenso pela justiça do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Será que a escolha de JD Vance é sinónimo de problemas para a Europa?

Biden reafirma que ainda está na corrida para as presidenciais

Donald Trump recebido como um herói na Convenção Republicana