Última hora

Malásia liberta principal suspeito da morte do meio-irmão de Kim Jong-un

Malásia liberta principal suspeito da morte do meio-irmão de Kim Jong-un
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Malásia expulsou esta noite o único norte-coreano detido na investigação ao assassínio do meio-irmão de Kim Jong-un.

O indivíduo foi libertado por falta de provas incriminatórias, apesar das fortes suspeitas da polícia sobre a sua implicação no crime.

As autoridades malaias emitiram, entretanto, um mandado de captura internacional contra um dos sete norte-coreanos que abandonaram o país no mesmo dia do assassínio.

A polícia voltou a pedir a Pyongyang que colabore na investigação e que autorize a audição de um diplomata norte-coreano também apontado como um possível suspeito.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.