Seul alerta para "avanços" após novo teste de míssil intercontinental de Pyongyang

Seul alerta para "avanços" após novo teste de míssil intercontinental de Pyongyang
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Coreia do sul reage ao novo teste com um foguetão norte-coreano, ao anunciar que o regime comunista regista avanços significativos no fabrico de um novo míssil…

PUBLICIDADE

A Coreia do sul reage ao novo teste com um foguetão norte-coreano, ao anunciar que o regime comunista regista avanços significativos no fabrico de um novo míssil intercontinental.

Pyangyang anunciou ter efetuado manobras, no domingo, para testar um novo motor de míssil balístico, que, segundo alguns analistas, poderia permitir ao país alcançar o território americano.

O teste ocorre semanas depois do lançamento de três mísseis sobre as águas territoriais do Japão.

Segundo, Lee Jin-woo, vice-porta-voz do ministério da Defesa sulcoreano:

“Consideramos que a Coreia do Norte atingiu um avanço considerável no que se refere ao aumento das suas capacidades através deste último teste, mas necessitamos de analisar melhor a fiabilidade e potencial destes novos motores”.

A Coreia do Norte lançou, em paralelo, vários panfletos sobre o país vizinho em que celebra, “um poder militar invencível”, após o mais recente teste.

Leaflets promoting new N.Korean medium range missile type found in Seoul https://t.co/rBqrmzY0UHpic.twitter.com/3dBPLfklka

— Chad O'Carroll (@chadocl) March 20, 2017

Nos Estados Unidos, Donald Trump condenou o comportamento do regime de Pyongyang.

“Vamos organizar várias reuniões para discutir este tema. Reuniões na Coreia do Norte, ele está a comportar-se de forma muito negativa. Vou-lhe dizer que está agir de forma negativa”.

O teste de Pyongyang ocorre ao final da primeira deslocação do novo secretário de Estado norte-americano ao Japão, Coreia do sul e China e depois de Washington ter ameaçado responder, de “forma militar” às novas provocações de Pyongyang.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump compara problemas legais à perseguição feita ao opositor russo Alexei Navalny

Juiz condena Trump a pagar 355 milhões de dólares por ter mentido sobre a sua fortuna

Julgamento de Trump por suborno começa a 25 de março em Manhattan