Grupo ligado à Al-Qaida rivindica atendado de São Petersburgo

Grupo ligado à Al-Qaida rivindica atendado de São Petersburgo
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um grupo denominado Batalhão Imam Shamil assumiu a responsabilidade do atentado de 3 de abril, no metro de São Petersburgo, na Rússia.

PUBLICIDADE

Um grupo denominado Batalhão Imam Shamil assumiu a responsabilidade do atentado de 3 de abril, no metro de São Petersburgo, na Rússia.

Num comunicado, publicado pela agência de notícias da Mauritânia ANI, o grupo afirmava que o bombista suicida agiu sob sob instrução do líder da Al Qaida Ayman al-Zawahiri.

No comunicado a organização diz que o ataque foi uma vingança pela violência russa contra países muçulmanos, entre eles a Síria e a Líbia, mas também contra a república russa da Chechénia.

O grupo diz que este foi apenas o começo e que prepara outros atentados contra a Rússia.

O ataque, do início do mês, provocou a morte a 16 pessoas. Na altura foi encontrado um outro engenho explosivo, noutra estação de metro, mas que a polícia conseguiu desativar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Russos continuam a homenagear Navalny apesar do risco de detenção. Mais de 400 já foram presos

Quem era Alexei Navalny? E como é que ele se tornou o mais feroz opositor de Putin?

Comité de Investigação russo confirma morte do fundador e líder do grupo Wagner