Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Grupo ligado à Al-Qaida rivindica atendado de São Petersburgo

Grupo ligado à Al-Qaida rivindica atendado de São Petersburgo
Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo denominado Batalhão Imam Shamil assumiu a responsabilidade do atentado de 3 de abril, no metro de São Petersburgo, na Rússia.

Num comunicado, publicado pela agência de notícias da Mauritânia ANI, o grupo afirmava que o bombista suicida agiu sob sob instrução do líder da Al Qaida Ayman al-Zawahiri.

No comunicado a organização diz que o ataque foi uma vingança pela violência russa contra países muçulmanos, entre eles a Síria e a Líbia, mas também contra a república russa da Chechénia.

O grupo diz que este foi apenas o começo e que prepara outros atentados contra a Rússia.

O ataque, do início do mês, provocou a morte a 16 pessoas. Na altura foi encontrado um outro engenho explosivo, noutra estação de metro, mas que a polícia conseguiu desativar.