Última hora

Última hora

Cimeira do Brexit dará prioridade negocial aos direitos dos cidadãos

Em leitura:

Cimeira do Brexit dará prioridade negocial aos direitos dos cidadãos

Cimeira do Brexit dará prioridade negocial aos direitos dos cidadãos
Tamanho do texto Aa Aa

Os direitos dos cidadãos dos países da União Europeia que vivem no Reino Unido e vice-versa é um dos temas no topo das negociações sobre o Brexit.

O acerto de contas entre as partes é outra prioridade nas orientações negociais que serão fechadas pelos líderes dos 27 Estados-membros numa cimeira, sábado, em Bruxelas.

Como é habitual, o presidente do Conselho Europeu enviou uma carta a convidar os líderes, cujo mote, desta vez, é: “resolver o passado para poder debater o futuro”.

A euronews falou sobre o tema com Anders Fogh Rasmussen, ex-primeiro-ministro dinamarquês e ex-secretário-geral da NATO, que lidera agora um centro de estudos sobre política internacional.

“Um acordo justo incluiria chegar, rapidamente, a uma posição sobre os direitos dos cidadãos”, disse Rasmussen.

“Ao mesmo tempo, é preciso chegar a acordo àcerca da fatura a pagar pelo Brexit e acho que se deveria encontrar, rapidamente, uma solução para o problema particular da fronteira entre a Irlanda e o Reino Unido para evitar novos problemas na Irlanda do Norte”, acrescentou o analista.

Depois de promessas de “abordagem construtiva” durante a reunião com o presidente da Comissão Europeia, a meio da semana, a primeira-ministra britânica acusou a União de ter uma postura de oposição ao Reino Unido.

O comentário de Theresa May, durante uma ação de campanha, visou um discurso da chanceler alemã Angela Merkel sobre a provável “grande dificuldade das negociações”.