EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Rússia condena ataque dos EUA na Síria

Rússia condena ataque dos EUA na Síria
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
PUBLICIDADE

A Rússia reagiu aos ataques na Síria através do vice ministro dos negócios estrangeiros, Gennady Gatilov, afirmando que violam a soberania síria e que não ajudam ao processo político que visa uma solução para o conflito.

Na quinta feira, a coligação liderada pelos Estados Unidos levou a efeito um ataque no sul do país contra a milícia apoiada pelo governo sírio e que representa uma ameaça para os Estados Unidos e para os combatentes sírios apoiados pelos americanos, segundo estes.

.Coalition</a> strikes yesterday in <a href="https://twitter.com/hashtag/Syria?src=hash">#Syria</a> destroyed 36 ISIS targets near Abu Kamal, Al Hawl, DayrAzZawr, Raqqa, and Tabqah. <a href="https://twitter.com/hashtag/DefeatingISIS?src=hash">#DefeatingISIS</a> <a href="https://t.co/j3iUABOeYn">pic.twitter.com/j3iUABOeYn</a></p>— U.S. Embassy Syria (USEmbassySyria) May 18, 2017

Contudo, Gatilov, que prestou declarações em Genebra, salvaguardou estar a referir-se aos ataques de quarta-feira e que são, segundo ele, “inaceitáveis”.

Os Estados Unidos não reagiram às declarações referentes a este ataque em específico.

Vídeos postos em redes socias esta quinta feira mostram forças governamentais sírias em ataques de mísseis no distrito de Deraa, no sul da Síria.

How the ‘De-escalation Zone’ Plan Benefits Syria’s Foreign Players – SyriaDeeply</a> by <a href="https://twitter.com/TrombettaLorenz">TrombettaLorenzhttps://t.co/8hIoO1j8hWpic.twitter.com/X2kpAxGJDT

— The Syria Institute (@SyriaInstitute) May 18, 2017

A cidade de Deraa testemunhou os mais violentos confrontos desde o início da trégua nas zonas de apaziguamento, fixadas por pelo menos seis meses, pela Rússia, Turquia e Irão num memorando de 4 de Maio. A maior área de apaziguamento inclui a província de Adlib e distritos adjacentes às provínicias de Hama, Alepo e Latakia.

As negociações de paz para o conflito de 7 anos continuam em Genebra.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque russo em zona controlada pelos rebeldes sírios mata dois civis

Ataque aéreo russo no noroeste da Síria faz pelo menos oito mortos

Jornalista russo-americana condenada a seis anos e meio de prisão