Última hora
This content is not available in your region

Estados Unidos ameaçam Coreia do Norte

Estados Unidos ameaçam Coreia do Norte
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos estão prontos a responder pela força aos lançamentos de mísseis por parte da Coreia do Norte, mas afirmam preferir a via diplomática.

Na reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU, a embaixadora norte-americana afirmou que o país está pronto para se defender e aos seus aliados Nikki Haley, declarou:
“É um dia sombrio porque as ações da Coreia do Norte tornaram o mundo um lugar mais perigoso. O lançamento de mísseis ilegais não é apenas perigoso, mas imprudente e irresponsável”.

Para a Rússia, o uso da força está fora de questão. O representante russo na ONU, Vladimir Safronkov diz “nem força nem mais sanções” e apela: “Solicitamos à Coreia do Norte uma decisão política voluntária para declarar uma moratória ao teste de explosivos nucleares e de mísseis balísticos. E os Estados Unidos e a República da Coreia, ao mesmo tempo, deveriam abster-se de realizar exercícios de manobras militares conjuntos”.

O último míssil lançado pelo regime de Pyongyang poderia, segundo os peritos, alcançar o Alaska

O míssil foi lançado no dia 4 de julho, Dia da Independência e festa nacional nos Estados Unidos. Kim Jong-un, afirmou que se tratava de “um presente para os bastardos dos americanos”

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.