EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Emmanuel Macron garante apoio às vítimas do atentado de Nice

Emmanuel Macron garante apoio às vítimas do atentado de Nice
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No discurso de tributo, o presidente francês disse compreender a cólera que as pessoas sentem, em relação ao Estado, após o ataque e garantiu que tudo será feito para ajudar as vítimas do terrorismo.

PUBLICIDADE

Emmanuel Macron participou, na tarde desta sexta-feira, nas cerimónias de homenagem às vítimas do atentado de Nice, que fez 86 mortos e mais de quatro centenas de feridos, há um ano.

No discurso de tributo, o presidente francês disse compreender a cólera que as pessoas sentem, em relação ao Estado, após o ataque e garantiu que tudo será feito para ajudar as vítimas do terrorismo.

Je sais le travail qui a été fait ces deux dernières années pour reconnaître les situations, le droit des victimes. Tout sera maintenu. pic.twitter.com/xcU5c5J0Mc

— Emmanuel Macron (@EmmanuelMacron) July 14, 2017

No dia 14 de julho de 2016, um camião avançou durante dois quilómetros sobre uma multidão que assistia, no Passeio dos Ingleses, em Nice, ao fogo-de-artifício para celebrar o dia da Bastilha.

A polícia matou o condutor do camião e o grupo extremista Estado Islâmico reclamou o atentado.

Um ano depois, Segundo o jornal Le Monde as autoridades francesas não conseguiram estabelecer uma ligação entre o Daesh e o tunisino Mohamed Bouhlel, de 31 anos.

O periódico diz que os investigadores investigam a hipótese de Bouhlel ser um perturbado, fascinado pela violência, inspirado pela propaganda do Estado Islâmico.

Chaque Français se souvient d’où il était le 14 juillet 2016. Le pays en a été ébranlé en profondeur. pic.twitter.com/P0HcqiIpsW

— Emmanuel Macron (@EmmanuelMacron) July 14, 2017

Partilhe esta notíciaComentários