Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

O robô português que salva vidas

O robô português que salva vidas
Tamanho do texto Aa Aa

Estudantes do Departamento de Eletrónica, Telecomunicações e Informática da Universidade de Aveiro desenvolveram um robô que tem como missão ajudar a Proteção Civil em situações de catástrofe. Imaginemos, por exemplo, o desmoronamento de um prédio. O robô é capaz de se movimentar entre os escombros, mapear o espaço em três dimensões, detetar focos de incêndio e medir a temperatura, humidade e monóxido de carbono. Em tempo real envia os dados para o exterior.

O robô – que pode ser utilizado em cenários como os de incêndio, colapsos parciais, grutas, demolições e operações de reconhecimento, busca e salvamento – está na fase final de desenvolvimento e à espera de apoios financeiros para que possa começar a trabalhar no terreno. Os seus criadores pretendem ajudar a salvar vidas.

Com 1,5 quilogramas e 23 por 28 centímetros, o robô pode facilmente ser usado em todos os cenários que necessitem de medir condições ambientais e em que a obtenção de um modelo tridimensional possa ser útil. O robô pode ainda ser usado para ajudar na avaliação da integridade e extensão de danos num edifício afetado por um sinistro.