EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Trump elogia Senado por aprovar discussão da substituição do "Obamacare"

Trump elogia Senado por aprovar discussão da substituição do "Obamacare"
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Representantes democratas apelaram aos americanos para não baixarem os braços contra as ambições republicanas para o fim plano de saúde da administração Obama.

PUBLICIDADE

Foi por pouco, com apenas uma unidade de diferença (51-50), mas o Senado norte-americano votou a favor da abertura formal do debate sobre a reforma de saúde, que pretende revogar os principais elementos do chamado “Obamacare”.

Nesta frente, pelo menos, Donald Trump obteve uma pequena vitória.

Vindo do Estado do Arizona – onde estava sob cuidados médicos devido a um cancro no cérebro – para participar na votação, o senador republicano John McCain contribuiu para o empate. Coube ao vice-presidente, Mike Pence, que preside ao Senado, desempatar.

Donald Trump, que trava uma verdadeira cruzada contra o 2010 Affordable Care Act, herdado da administração anterior, elogiou o Senado por votar de forma a permitir o debate: “Quero agradecer a alguns senadores republicanos que foram realmente incríveis em chegar até aqui, em particular a John McCain, por ter feito a viagem. Julgo que haverá um excelente sistema de saúde. Este é o princípio do fim de um desastre conhecido como ‘Obamacare’.”

.SenJohnMcCain</a>-Thank you for coming to D.C. for such a vital vote. Congrats to all Rep. We can now deliver grt healthcare to all Americans!</p>— Donald J. Trump (realDonaldTrump) July 25, 2017

Ainda não é certo que haverá votos suficientes para aprovar um projeto de lei, mas o que está claro é que o assunto promete fazer correr muita tinta.

Das escadas do Capitólio, representantes democratas apelaram a manifestantes que se encontravam no local e aos americanos em geral para não baixarem os braços contra as ambições republicanas para o fim plano de saúde de Barack Obama.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden apoia o filho após condenação, mesmo sem indulto. "Estamos orgulhosos do homem que ele é hoje"

Robert de Niro chama "palhaço" a Donald Trump à porta do tribunal

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão