EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Relações entre entre Estados Unidos e Rússia comprometidas

Relações entre entre Estados Unidos e Rússia comprometidas
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, promulgou, quarta-feira, apesar das suas reservas, as novas sanções económicas contra a Rússia. Do lado de Moscovo, o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, reagiu dizendo que as sanções equivalem a "uma guerra comercial em larga escala."

PUBLICIDADE

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, promulgou, quarta-feira, apesar das suas reservas, as novas sanções económicas contra a Rússia pela ingerência nas eleições presidenciais norte-americanas, a anexação da Crimeia e a atitude em relação à Ucrânia.

Do lado de Moscovo, o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, reagiu dizendo que as sanções equivalem a “uma guerra comercial em larga escala.”

No Facebook, Medvedev escreveu:“Terminou a esperança de que as nossas relações com a nova administração americana melhorassem.”

Antes de Trump promulgar as sanções, Moscovo já tinha reagido com uma redução drástica da presença diplomática dos Estados Unidos no seu território.

Entretanto, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse que a União Europeia iria tomar contramedidas caso as sanções norte-americanas prejudiquem as empresas europeias envolvidas em projetos de petróleo e gás com a Rússia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump promulga endurecimento de sanções à Rússia

Tribunal russo condena soldado americano a quase quatro anos de prisão por roubo

Jornalista norte-americano Evan Gershkovich vai ser julgado na Rússia por espionagem