Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Trump não desarma: novas ameaças contra Pyongyang

Trump não desarma: novas ameaças contra Pyongyang
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump não parece ter intenções de por termo às ameaças contra a Coreia do Norte, pelo menos em breve.

O presidente dos Estados Unidos disse que se Pyongyang continuava com a provocações, enfrentaria fogo e fúria. Mais tarde, acrescentou que talvez a “expressão não tivesse sido o suficiente forte.”

Esta quinta-feira, um jornalista perguntou a Trump o que achava da reação da Coreia do Norte, para quem o presidente dos Estados Unidos era alguém “desprovido de razão”.




Trump começou por dizer que “talvez não tivessem querido dizer o que realmente disseram.”

“Talvez tenha sido porque porque foi a primeira vez que falaram desta forma com eles”, continuou Trump.

“Houve quem tenha dito que a minha postura foi demasiado dura, mas eu digo que talvez não tenha sido o suficiente”.

“As pessoas deste país podem permanecer calmas. O Coreia do Norte sim, ficar nervosa, se nos atacarem ou se atacarem os nossos aliados. Poderiam acontecer-lhes coisas que nunca imaginariam, entendem?” disse ainda o presidente dos EUA.