EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Schippers bicampeã nos 200 metros

Schippers bicampeã nos 200 metros
Direitos de autor 
De  Nelson Pereira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Holandesa Schippers bicampeã nos 200 metros, norte-americana Reese conquistou quarto título no salto em comprimento

PUBLICIDADE

A holandesa Dafne Schippers impôs-se nos 200 metros femininos, nos Mundiais de atletismo de Londres, repetindo o seu título de há dois anos, com a marca de 22s05.

Campeã em Pequim2015 e vice-campeã nos Olímpicos do Rio, a holandesa confirma-se assim como o grande nome da meia volta à pista.

Uma vitória que esteve ameaçada pela costa-marfinense Marie-Josée Ta Lou, que fez frente a Schippers na recta final, terminando com três centésimos de diferença. “Nos primeiros 100 metros não consigo ver ninguém, porque estou na pista seis. Corri por mim própria e no final vi Ta Lou e percebi que teria que lutar até à meta, foi o que fiz”, disse a heptatleta holandesa.

O bronze foi para Shaunae Miller, das Baamas, com 22s15.

No salto em distância, a norte-americana Brittney Reese venceu graças ao terceiro salto na competição, com a marca de 7m02, recuperando o título mundial conseguido em 2009, 2011 e 2013.

“Esta pista tem um ritmo notável. É de facto muito rápida e o público foi ótimo. Há sempre grandes saltos, quando temos a multidão a apoiar. Adoro saltar aqui e hei-de voltar”, disse Reese.

No setor masculino, o polaco Pawel Fajdek conquistou o terceiro título mundial, na prova do lançamento de martelo, para fazer esquecer o resultado infeliz obtido no Estádio Olímpico Nilton Santos, onde terminou na décima sétima posição.

“Sei que fiz algo de especial. Depois do Rio, esperei um ano por esta oportunidade e fiz o que devia. É fantástico”, disse Fajdek. O seu compatriota Wojciech Novicki ficou com a medalha de bronze, a prata foi para o russo Valery Pronkin.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Verstappen vence Grande Prémio da Grã-Bretanha

Campeã olímpica Caster Semenya ganha recurso contra testosterona no atletismo

Boris Becker saiu da prisão e será deportado