Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Espiar e ser espiado no muro de Berlim

Espiar e ser espiado no muro de Berlim
Tamanho do texto Aa Aa

O muro de Berlim, símbolo das divisões da guerra fria, foi o local escolhido para recordar as divisões do mundo contemporâneo. A exposição mostra desenhos e fotografias de pessoas que foram perseguidas na Alemanha de Leste. É possível contemplar o retrato de uma mulher detida por ter recebido um postal da Alemanha Ocidental.

O autor da exposição, Stefan Rollof, fez capturas de ecrã de vídeos dos anos 80.

“Para mim, não se trata necessariamente de um projeto histórico ainda que mostre coisas do passado. É um fenómeno que continua a acontecer. Há muros desde que a humanidade existe e infelizmente vão continuar a existir”, considerou o artista plástico.

Graças à dimensão das imagens, o público fica com uma ideia de como era espiar por cima da barreira que dividia as duas Alemanhas.

A exposição pode ser visitada, em Berlim, até 9 de novembro.